quarta-feira, dezembro 12, 2012

Clamor de um pecador

 

  O mundo é tão atraente, as festas, os amigos, as bebidas , a droga que me faz viajar e esquecer dos meus problemas. Tudo é mais fácil, o caminho para o sucesso é tão mais curto.
  Muitas namoradas, noitadas, tudo é só alegria.
  Até que um dia, sentei e olhei para minha vida, olhei para mim, minha pele cansada, nos meus olhos a decepção, na alma um vazio'.
  Relembrei os momentos de glória, e agora suas marcas sobre mim. A saúde já não tão forte, meus ossos sabem bem dizer, os pulmões já não respiram com tanto vigor, meus rins e fígado tão danificados pela bebida.
 Olho os céus, e abaixo minha cabeça, o que será que Deus pensaria de mim, o remorso e arrependimento tomam conta do mim, lágrimas caem do meu rosto, ah se pudesse voltar no tempo.  Como entresteci o coração da minha família, quantas lágrimas minha mãe derramou por mim. Pior ainda como magoei o coração de Deus.
   Mergulhando no pecado, em um mundo desconhecido que me apresentava tantas flores, tanta beleza? Agora tudo se tornou em cinzas, meus sonhos se foram, não é possível reverter o quadro. Carrego um peso tão grande, minhas forças para viverse perderam no meio do caminho.
   Até que olhei novamente para o céu, vi algo que me surpreendeu, a sombra de uma ave se transformava em uma cruz. Lembrei do hino da harpa "Rude cruz se erigiu, bela um dia surgiu, como emblema de vergonha e dor"...
  Lembrei-me do ladrão que estava ao lado de Jesus na cruz, nos últimos instantes de sua vida, recebeu uma segunda chance. A mulher samaritana, pecadora, discriminada pela sociedade, recebe uma nova vida. A mulher do vaso de alabrasto, ouviu as palavras "os seus pecados estão perdoados".
   A trajetória de Cristo me tomou a mente, aquela cruz pesada que ele carregou, os chicotes, as humilhaçoes, e de repente ouvi uma voz: Isso tudo foi por você. E me levou aos versículos "Aquele que esta em Cristo, nova criatura é".  Ele foi propiciação, justificação e redenção. Os seus pecados foram lançados no mar do esquecimento. "Ainda que seus pecados estejam como escarlate, se tornaram brancos como a neve".
  Quando me vi, já estava de joelhos, lágrimas caiam de meus olhos, e meus lábios proferiram as palavras:  Senhor, minha vida não tem te louvado, quantos caminhos errados eu tomei, decisões erradas, quanto magoei teu coração. Mas hoje estou aqui, te pedindo tua misericórdia, sei que não sou digno, mas minha alma tem sede de Ti, perdoa-me, e escreve meu nome no livro da vida.
   Meu corpo ficou leve, era como se um peso fosse tirado de mim, uma alegria invadiu minha alma, e ouvi uma voz que dizia: Eu Sou Jesus, a cruz onde ofereci meus sacrifios, foi por você e te recebo em meus braços, venha oh filho amado.
   Seja qual for o teu passado, Deus tem uma nova chance para você!!!!

Um comentário:

Cris Boanerges disse...

Esse é o verdadeiro arrependimento, o que nos leva a viajar no tempo e lembrarmos de cada pecado, o que nos leva a chorar e a sofrer.
deus abençoe você! Parabéns pelo blog.